domingo, 1 de novembro de 2009

Cilada e Alguns Relatos


É madrugada e não consigo dormir
o tempo passa
a vida corre
mas do seu lado
ainda não aprendi a hora de partir
Conheço meus detalhes
mas e os seus?
Reparo cada gesto
e tento me encontrar em algum
[desses seus olhares desmedidos]
há qualquer tipo de confusão
qualquer coisa maravilhosa que me encanta
mas não sei.
Não sei se é realmente a hora
de me afogar nesse oceano de caos
que é o amor.
E olha que preciso me entregar
e me perder no infinito que ainda vou criar
loucura
loucura
me chama de seu que eu fico.
São altas horas e tenho mesmo que ir
mas do seu lado
ainda não aprendi o momento exato de partir.

Um comentário:

  1. adoradora da madrugada
    mesmo estando embriagada
    Eu tenho que ir...

    ResponderExcluir